Cuidados com a COVID-19 para caminhoneiros

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Sabemos que você segue firme, conectando o Brasil de ponta a ponta. Por isso, informação e cuidado são essenciais para que a sua saúde e o bem-estar das pessoas com quem você convive sejam preservados. Acompanhe algumas recomendações para continuar exercendo sua profissão com mais segurança.

  • Evite contato físico desnecessário. Tome cuidado ao mexer com dinheiro ou maquininhas de cartão (para passar nos pedágios, conte com a ConectCar)
  • Carregue dentro do caminhão um pano e álcool desinfetante para higienizar o interior do seu veículo sempre que fizer uma parada. Lembre-se de limpar maçanetas, câmbio e volante;
  • Não leve sua família para viajar com você neste período de risco. Mantenha-os seguros em seus lares e, se possível, oriente-os a não saírem de lá. Ao retornar para sua casa, procure não visitar os parentes idosos;
  • Itens como copos, talheres, pratos, garrafas e cuias não devem ser compartilhados com terceiros. Além disso, tenha seus próprios produtos de higiene, como sabonetes, shampoos e toalhas;
  • Mantenha o interior do seu caminhão arejado. Evite ambientes fechados e com aglomerações de pessoas, como por exemplo, conveniências de postos e áreas de espera dos pátios de triagem;
  • Sempre que precisar usar espaços compartilhados, em especial banheiros de pontos de paradas e cozinhas de uso comum, evite tocar em objetos coletivos, como toalhas, secador de mãos e eletrodomésticos. Caso utilize, lave suas mãos;
  • Ao ter contato com a carga transportada, higienize suas mãos imediatamente. Além disso, quando precisar assinar documentos durante o frete, utilize sua caneta;
  • Trafegue sem acompanhantes na cabine.

Fique atento à febre, tosse e falta de ar, principais sintomas da Covid-19. Nestes casos:

  • Comunique imediatamente a empresa e/ou sua família
  • Não tome remédios por conta própria
  • Busque auxílio médico no hospital ou posto de saúde mais próximos
  • Evite contato próximo com colegas ou outras pessoas
  • Procure ficar isolado, reduzir o contato com outras pessoas, até o atendimento médico
  • Siga as recomendações que o médico passar ao pé da letra

Fonte: Ministério da Saúde e ABRAMET – Associação Brasileira de Medicina de Tráfego